Saúde ocupacional: como a telemedicina ajuda na redução de custos da sua empresa?

8 min. de leitura

Uso da tecnologia digital auxilia enfermaria interna das empresas e poupa tempo e dinheiro de forma segura

Custos reduzidos associados a um atendimento mais ágil e de maior qualidade para colaboradores. Se parece uma meta utópica, clínicas de saúde ocupacional e grandes empresas podem alcançá-la aderindo a uma tendência em plena sintonia com os avanços da tecnologia digital: a telemedicina.

A modalidade abre um mundo de possibilidades para milhões de brasileiros e traz grandes contribuições para a saúde ocupacional – tanto para clínicas quanto para a enfermaria interna em empresas.

🡪 Saiba as vantagens de integrar seu software de saúde ocupacional com a telemedicina 

Definida como o “…o exercício da medicina mediado por tecnologias…”, a telemedicina é regularizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) com a Resolução CFM nº 1.643/2002. Ela prevê os atendimentos que podem e os que não devem ser feitos por meio da modalidade. Integridade, segurança e o sigilo das informações são prioridade.

Devido à pandemia do Coronavírus, o CFM solicitou junto ao Ministério da Saúde que o uso da telemedicina fosse ampliado no Brasil para reduzir custos e dar agilidade aos diagnósticos. Assim, desde março deste ano – e enquanto durar o combate à pandemia de Covid-19 – também estão liberadas as práticas de:

Teleorientação: permite o atendimento médico à distância para orientação e encaminhamento de pacientes em isolamento;

Telemonitoramento: possibilita que, sob supervisão ou orientação médicas, sejam monitorados a distância parâmetros de saúde e/ou doença;

Teleinterconsulta: permite a troca de informações e opiniões exclusivamente entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico.

A portaria também estabelece e permite a prática da Teleconsulta: 

(…) Art. 2o As ações de Telemedicina de interação à distância podem contemplar o atendimento pré-clínico, de suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico, por meio de tecnologia da informação e comunicação, no âmbito do SUS, bem como na saúde suplementar e privada.

Como consequência, praticamente todos os exames ligados à saúde do trabalhador hoje estão facilmente à disposição de empresas e clínicas de saúde ocupacional. Com eles, é possível detectar rapidamente problemas que são inerentes às atividades e às jornadas de trabalho, como: 

  • Lesão por Esforços Repetitivos (LER)
    ● Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT)
    ● Doenças dos sistemas nervoso, circulatório, respiratório e digestivo
    ● Doenças do olho e do ouvido
    ● Doenças do coração
    ● Dermatoses
    ● Tumores
    ● Transtornos mentais e de comportamento


Telemedicina ajuda empresas na hora de economizar em procedimentos de saúde ocupacional


A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) determina que as empresas cuidem da saúde de seus funcionários, sobretudo no que diz respeito a trabalhadores que atuam em funções de alta periculosidade. É responsabilidade da empresa, portanto, garantir ao funcionário o direito de realizar exames periódicos – não só na contratação ou na demissão como também para prevenir acidentes e doenças laborais emitindo o laudo ocupacional.

Para empresas de diferentes áreas e com necessidades distintas, avaliar e cuidar da saúde de seus funcionários é mais simples, rápido e seguro com o uso da tecnologia. A redução de custos na saúde ocupacional é uma consequência natural da telemedicina, uma vez que ela elimina diversas despesas desnecessárias. 

Graças à telemedicina, o profissional não precisa ausentar-se do trabalho por um dia inteiro para ir até uma clínica, por exemplo. Outra vantagem é que a enfermaria da empresa não necessita de uma equipe médica interna – ela pode operar com mais economia e agilidade tendo apenas uma enfermeira ou uma técnica de enfermagem.

A Portal Telemedicina, por exemplo, ajuda a promover a redução de custos na saúde ocupacional cobrando por laudo realizado. Outra possibilidade para empresas e clínicas é o nosso aplicativo de teleconsultas: com somente um clique os colaboradores têm acesso a médicos e receituários sem sair da empresa e podem realizar consultas e tirar dúvidas online, sem deslocamentos desnecessários. 

Vale ressaltar que a avaliação à distância não é feita de qualquer maneira: os exames realizados presencialmente na clínica geram dados que são criptografados e enviados diretamente para a plataforma de telemedicina. O envio e recebimento de informações segue as normas de segurança HIPAA e GDPR.

Feita a análise completa, os médicos disponibilizam o laudo pelo mesmo sistema. Todo este processo segue os padrões de segurança estabelecidos pelo Conselho Federal de Medicina e os laudos são realizados por especialistas baseados nos grandes centros – mesmo clínicas geograficamente distantes podem contar com eles.

E com mais especialistas de diversas especialidades médicas à disposição, as próprias clínicas podem ampliar o escopo de atendimento que oferecem a seus clientes.

🡪 Conheça 5 tecnologias para modernizar sua clínica ocupacional 


Serviços de saúde ocupacional realizados por telemedicina

 

Além de oferecer diversas vantagens para as empresas que optam pela telemedicina na saúde ocupacional, a prática economiza tempo e dinheiro de todos os envolvidos. Veja o porquê:

🡪 A inteligência artificial faz uma triagem automática para que o médico analise em primeiro lugar os casos mais urgentes, agilizando o atendimento e processo de entrega dos laudos;

🡪 Laudos de ECG são entregues em 5 minutos, permitindo que a medida terapêutica seja feita o mais rápido possível em casos de emergência;

🡪 Outros exames urgentes ficam prontos em menos de uma hora. Os demais casos levam menos de 24 horas para serem entregues;

🡪 A clínica diminui gastos com folha de pagamento, já que usa os especialistas da empresa de telemedicina e só precisa de uma equipe de enfermeiros e técnicos;

🡪 O paciente não precisa se deslocar mais do que uma vez e ausentar-se do trabalho novamente, uma vez que os resultados são enviados automaticamente pelo sistema;

🡪 Como o laudo é enviado automaticamente pelo sistema, eliminam-se também os possíveis (porém, inaceitáveis) erros de digitação humana;

🡪 A empresa de telemedicina guarda eletronicamente os exames em nuvem de forma segura e seguindo leis da Anvisa – e elimina a necessidade do armazenamento físico dentro da própria clínica;

🡪 A clínica paga apenas pelos exames que são laudados conforme a demanda e precisa realizar somente o investimento necessário, sem gastos indevidos. 

Solução da Portal Telemedicina garante agilidade e redução de custos em processos de saúde ocupacional


A Portal Telemedicina oferece todas as vantagens descritas acima e também dispõem de exames ocupacionais complementares. Realizados à distância com garantia de qualidade e segurança, eles dão mais agilidade ao atendimento e reduzem os custos com saúde ocupacional para grandes empresas e clínicas do ramo.

Confira os exames que temos a oferecer por laudo remoto:

🡪 Eletrocardiograma (ECG)
🡪 Eletroencefalograma (EEG)
🡪 Espirometria
🡪 Dermatologia
🡪 Raio-X
🡪 Tomografia
🡪 Mamografia
🡪 Acuidade Visual
🡪 Mapa (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial)
🡪 Holter
🡪 Ressonância Magnética
🡪 Teste Ergométrico

Acesse já o Portal Telemedicina e saiba como conectamos médicos, empresas e pacientes com nossa tecnologia comprovada.