portal-telemedicina

Portal Telemedicina: o que é, como funciona e benefícios da solução

22 min. de leitura

portal-telemedicinaA desigualdade na distribuição de médicos pelo Brasil, que faz com que parte da população não tenha acesso a especialistas, foi o grande impulsionador para a criação da Portal Telemedicina. Fundada em 2013, a empresa iniciou como uma startup criada com a ambição de seus cofundadores de garantir acesso universal à saúde por meio da tecnologia.

Com a ajuda de parceiros, como o Google, a empresa está presente em 300 cidades do Brasil e da África e no caminho para a expansão global necessária para sua visão: levar saúde a mais de um bilhão de pessoas que não têm acesso a médicos especialistas.

Isso é feito por meio de uma solução completa e inovadora capaz de conectar até mesmo equipamentos offline e em regiões remotas a uma central composta por especialistas de todas as áreas, todos eles formados nas instituições de maior reconhecimento no país, disponíveis 24 horas por dia. Trata-se de um serviço único no mercado.

O serviço da Portal reduz o tempo para emissão de laudos de semanas, pelo sistema convencional, para minutos nos casos de urgência e 24 horas nos demais. Tudo isso a um custo operacional até 10 vezes menor.

São milhares de laudos emitidos diariamente, volume maior do que a capacidade de qualquer hospital e clínica da saúde.

A inteligência artificial da plataforma da Portal Telemedicina contribui para um laudo preciso, já que todos os dados são transmitidos direto entre os próprios equipamentos, sem chance para erros de digitação ou de informação no processo de envio.

Além disso, o sistema de inteligência artificial ajuda na triagem dos exames, colocando o que é urgente como prioridade, além de auxiliar os médicos a laudar com mais rapidez e precisão. Tudo isso a um custo baixo, já que os clientes pagam por demanda.

A Portal Telemedicina atende hoje clientes de diversos segmentos, como clínicas, medicina ocupacional, saúde corporativa, hospitais, assistência domiciliar, unidades móveis, convênios, empresas/indústrias e médicos especialistas.

Saiba de que forma o telediagnóstico ajuda a reduzir a desigualdade na distribuição de médicos, quais são as especialidades médicas atendidas pela Portal, como esta inovação tecnológica funciona, se este método é seguro e quais critérios a considerar na hora de escolher um serviço de telemedicina para a sua empresa.

Desigualdade na distribuição de médicos por habitantes

Apesar do crescimento em ritmo acelerado no número de médicos no país, que em 2017 contabilizava 2,18 médicos por mil habitantes, há uma desigualdade muito grande na distribuição destes profissionais.

estudo-demografica-médica-2018

O estudo Demografia Médica 2018 realizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) mostra que a maior parte dos profissionais estão concentrados nas regiões Sudeste, onde há 2,81 profissionais por mil habitantes.

As regiões Norte e Nordeste, são as com maior carência de médicos, com 1,16 e 1,41 profissionais por mil habitantes, respectivamente.

Além disso, os médicos estão concentrados nos grandes centros, ou seja, nas capitais e cidades metropolitanas.

Mas até mesmo entre as capitais, a distribuição é desigual. O Estado de São Paulo, por exemplo, que concentra quase 22% da população do país, é a região onde 28% do total de profissionais da medicina do Brasil escolheram atuar.

Os Estados do Maranhão, no Nordeste, e do Pará, no Norte, são os com maior escassez, com, respectivamente, 0,87 e 0,97 médicos a cada mil habitantes. Se mesmo em algumas capitais há carência de especialistas, as cidades do interior são verdadeiros desertos médicos.

Este cenário nebuloso onde parte da população não tem acesso a médicos especialistas e de referência na área levou à criação da Portal Telemedicina.

A empresa nasceu da vontade de seus cofundadores de realizar uma mudança real e significativa na saúde brasileira, levando acesso aos melhores profissionais do mercado e de todas as especialidades aos locais mais remotos.

Telediagnóstico ajuda a reduzir desigualdade

Apesar de ser tema de debate recente no Brasil e de ainda não ter uma regulamentação específica no CFM, o telediagnóstico, que consiste na emissão de laudo ou avaliação de exames através de dados de imagens e gráficos enviados à distância, já é aplicado há décadas em outros países.

Há registros de envio de imagens radiológicas por linhas telefônicas nos Estados Unidos desde a década de 1940. No Brasil, a prática começou há mais tempo na iniciativa privada, mas na saúde pública, o laudo a distância começou a ser utilizado em 2011, após a implantação do Programa Nacional de Telessaúde. Esta iniciativa ajudou a levar especialistas à saúde básica, além de ter contribuído com a agilidade no atendimento no setor.

A análise remota de exames não só garante que eles sejam analisados pelo especialista mais indicado, como agiliza a entrega de diagnósticos. Em casos mais urgentes esse ganho de tempo pode salvar vidas.

O diferencial da Portal Telemedicina

Referência em telediagnóstico no Brasil, a Portal Telemedicina tem uma tecnologia única capaz de conectar equipamentos médicos, inclusive os mais antigos, à sua plataforma por meio de multiprotocolos de comunicação e Internet das Coisas (IoT).

O sistema da Portal conta com automações de inteligência artificial que ajudam os médicos a laudar exames com maior precisão devido a uma série de fatores:

  • Os dados são enviados diretamente entre os equipamentos, sem necessidade de intermediação de um profissional para colocar as informações do paciente no sistema;
  • Caso haja qualquer problema que comprometa a captação dos dados para o exame, o sistema avisa imediatamente, o que acaba com a reconvocação de pacientes;
  • A inteligência artificial do sistema da Portal Telemedicina organiza a “fila” de exames por ordem de prioridade. Assim, o que é mais urgente está sempre na frente e os laudos para estes casos podem ser entregues pela Portal quase que em tempo real, já os demais são enviados às clínicas em um prazo de até 24 horas;
  • O sistema da Portal possui um algoritmo que faz a detecção automática de patologias, sinalizando, por exemplo, algum nódulo ou disfunção que o profissional não tenha visto;
  • Em caso de discrepância entre o laudo emitido pelo médico da Portal e as informações absorvidas pelo sistema de inteligência artificial, uma automação envia o exame para outros três especialistas;
  • O sistema da Portal cumpre as normas recomendadas pela Anvisa e toda mensagem transmitida é criptografada, o que garante a segurança das informações;
  • A Portal armazena todos os dados dos exames, conforme orientação da Anvisa, por cinco anos em seu sistema de nuvem, por isso ao contratar este serviço, a clínica ou hospital não precisa mais se preocupar com este arquivamento.

Reconhecimento internacional

Todos estes diferenciais fazem com que a Portal leve acesso a atendimento de qualidade a milhares de pessoas. 

A grandiosidade deste trabalho totalmente inovador e único no Brasil, já é reconhecida internacionalmente. Além disso, contribuiu para que parcerias importantes fossem firmadas, como por exemplo com o Google.

Confira a seguir alguns dos prêmios conquistados pela Portal Telemedicina:

  • Selecionada globalmente para o Accelerate2030 da UNPD e Impact Hub (2019)
  • Selecionada pelo Governo do Québec para o World Summit AI (2019)
  • Solução Inovadora e Negócio de Impacto – Startout Santiago (2019)
  • Eleita uma das 100 Startups to Watch – PEGN e Valor Econômico (2018)
  • Google Expert Machine Learning (Rafael Figueroa) Google (2018)
  • Selecionada para Google Launchpad Studio AI – Google (2018)
  • Solução mais Inovadora – Startout Paris Missão França (2017)
    Primeira colocada no Pitch Gov.SP – Governo de SP (2017)
  • Vencedora do TechCrunch Disrupt – Missão Silicon Valley (2016)
  • Selecionada para o Google Launchpad Accelerator (2016)
  • Solução de Impacto – Startup Nations Summit (2015)
  • Cidades Inteligentes (Prefeitura de Campinas) (2015)

Especialidades médicas atendidas pela Portal Telemedicina

A Portal Telemedicina conta com uma equipe médica composta por profissionais formados nas instituições de maior reconhecimento nacional de todas as áreas. Veja a seguir quais as especialidades médicas são atendidas e que exames de cada área são realizados:

Oftalmologia

  • Acuidade Visual

eletrocardiogramaCardiologia

eletroencefalogramaNeurologia

  • Eletroencefalograma

espirometriaPneumologia

tomografiaRadiologia e diagnóstico por imagem

mamografiaMastologia

  • Mamografia

Além do telediagnóstico, a Portal Telemedicina oferece outros serviços e soluções como treinamentos, oferta de plataforma de laudos e aluguel ou venda de equipamentos médicos.

Laudo a distância

A Portal conta com uma ampla equipe médica. Há profissionais disponíveis 24 horas por dia durante os sete dias na semana. 

A contratação de um serviço de laudo a distância garante a emissão do diagnóstico de forma mais rápida, precisa e com menor custo, já que a cobrança é realizada pelo número de exames laudados conforme a demanda do cliente.

Treinamentos

A Portal prepara os profissionais da área médica para atuarem em todos os procedimentos que envolvam a telemedicina. Os treinamentos podem ser realizados presencialmente, em São Paulo, ou pela internet, através de video-aulas. 

Desde 2019, a Portal oferece também a certificação em eletroencefalograma voltada tanto a profissionais já experientes na realização deste exame que querem se atualizar, quanto para os que estão em início de carreira. 

Plataforma de laudos

A plataforma de laudos da Portal Telemedicina é voltada para grandes clínicas e hospitais que querem aprimorar o seu método de emissão de laudos utilizando o seu próprio corpo clínico. Essa plataforma avançada tem um sistema completo capaz de fazer com que empresas levem o seu processo de diagnóstico a outro patamar.

Equipamentos médicos

A Portal Telemedicina vende equipamentos para a realização de exames ou aluga por comodato. A empresa trabalha com aparelhos para exames de acuidade visual, eletrocardiógrafo, eletroencefalógrafo e espirômetro.

Pesquisa e inovação

A maior parte dos prêmios de reconhecimento ao trabalho revolucionário da Portal estão ligados a inovação da plataforma.

Isso acontece porque a Portal é a única empresa de telemedicina no país que oferece solução para todas as especialidades e com um software com sistema de inteligência artificial tão avançado.

Além disso, é única por ter um sistema criptografado de ponta a ponta, dentro das normas estabelecidas por leis rigorosas quando o assunto é segurança de dados, como a General Data Protection Regulation (GDPR) da União Europeia.

Este mérito é resultado de amplo investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação. Desde a fundação da empresa, o sistema passou por inovações e melhorias que continuam constantes.

Isso é feito a partir de editais de fomento de instituições como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico (CNPq), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), além da Apex e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Ao longo destes anos a Portal também venceu editais de inovação de empresas privadas, como IBM e Microsoft, que permitiram investir para aprimoramento da plataforma.

Entre os reconhecimentos mais importantes está a do Google. Hoje a Portal é a principal parceira da vertical de saúde do Google globalmente.

Tecnologia avançada da Portal Telemedicina

A partir destes trabalhos de pesquisa e inovação, a Portal desenvolveu uma tecnologia capaz de conectar 90% dos aparelhos médicos do mercado, inclusive os offline, à sua plataforma de telemedicina.

Por meio de multiprotocolos e IoT (internet das coisas), a tecnologia da Portal também é capaz de fazer uma triagem dos exames registrados de forma a organizar uma fila de acordo com a ordem de urgência. Isso garante que, para casos graves, o laudo do exame chegue ao hospital ou clínica contratante em minutos.

Além disso, com base em um amplo armazenamento de dados, a inteligência artificial do sistema auxilia o diagnóstico. Quando a análise do médico é diferente da do sistema, o exame é enviado para a avaliação de outros três profissionais.

Como funciona o laudo a distância da Portal

Além de aumentar a agilidade na emissão de laudos para a empresa contratante, o serviço da Portal qualifica ainda mais o serviço oferecido ao cliente já que dispõe de profissionais altamente qualificados de todas as especialidades, o que a maioria das clínicas e hospitais não consegue manter devido ao custo elevado.

A implementação do serviço funciona da seguinte forma:

  1. A clínica ou hospital contrata o serviço da Portal;
  2. A seguir sua equipe passará por treinamento para utilizar as ferramentas e a tecnologia da Portal é instalada nos equipamentos já utilizados pela clínica;
  3. Caso a clínica ou hospital queira expandir para uma área que até então não atendia; pode comprar equipamentos ou alugar por comodato com a própria Portal;
  4. Com a tecnologia implantada, os profissionais da saúde realizarão os exames da mesma forma habitual;
  5. O próprio equipamento envia os dados coletados,que são convertidos em arquivos DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) de padrão mundial, pelo sistema PACS ( homologado pela ANVISA) à unidade central do serviço de telemedicina;
  6. Os especialistas da central da Portal Telemedicina laudam o exame e emitem o diagnóstico, também por meio de um sistema criptografado, para a clínica ou hospital;
  7. Os laudos podem ser personalizados e levar a logomarca da clínica ou hospital contratante do serviço.

Veja o passo a passo no infográfico:

implementacao-sistema-portal-telemedicina

Requisitos de Segurança

Ainda não foi criada no Brasil uma lei específica sobre o telediagnóstico. Assim, esta prática se apoia em ações regulatórias definidas pelo CFM.

Estas ações estão relacionadas, principalmente, a questões éticas e cuidados necessários para sigilo e segurança das informações confidenciais dos pacientes durante a transmissão de dados.

A segurança das informações trocadas entre médico e paciente e entre sistemas diferentes, como por exemplo: hospitais e laboratórios, é regulada pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), publicada em 2018, e que entra em vigor em 2020.

Ela irá tratar dos direitos dos usuários de terem seus dados preservados e compartilhados com outras instituições somente mediante autorização. Saiba de que forma a LGPD interferirá na área da saúde neste link.

Já a regulamentação da Telemedicina ainda está em discussão. A publicação de novas diretrizes para esta área, em fevereiro de 2019, gerou tanta repercussão entre a classe que o CFM optou por revogar o documento e discutir ainda mais o assunto.

Enquanto isso, a prática se apoia na resolução número 1.643, de 2002, assim como a resolução número 2.107/14, que regula a telerradiologia.

A confidencialidade e segurança das informações dos pacientes é um dos principais pontos de preocupação da área médica quando o assunto é a aliança entre medicina e tecnologia.

A tecnologia da Portal Telemedicina já está adequada às regras da GDPR, lei de segurança das informações da União Europeia, na qual a LGPD é inspirada. Além disso, atende a todas as exigências da Anvisa e da Health Insurance Portability and Accountability Act (HIPAA), lei de portabilidade e seguro saúde dos Estados Unidos.

O que levar em conta ao escolher uma empresa de Telemedicina

Diante de tudo o que foi exposto, sem dúvidas o primeiro e principal item a ser avaliado ao contratar um serviço de telemedicina é se ele atende às normas estabelecidas pela Anvisa e se está de acordo com a LGPD.

Vale destacar que a LGPD estabelece que, em caso do descumprimento das regras, tanto a empresa responsável pelo sistema quanto a contratante serão responsabilizadas. Isso reforça ainda mais a importância de buscar um serviço seguro e de credibilidade.

Outro ponto muito importante a se considerar é se o sistema da empresa de telemedicina que você pretende contratar pode ser integrado ao sistema de gestão já utilizado pela empresa e com os equipamentos médicos utilizados na clínica, pois, caso contrário, a contratação poderá implicar em mudanças que terão custo mais elevado.

Veja a seguir outros pontos importantes a considerar:

Tecnologia de ponta

Pesquise sobre o tipo de tecnologia utilizada pela empresa, se ela já foi reconhecida por isso, se ela investe em inovação e busca se adequar ao longo do tempo.

Facilidade de uso

Quanto mais simples e intuitiva for a usabilidade do sistema contratado, mais rápido as equipes médicas e de saúde vão se familiarizar com a mudança.

Sistemas complexos ou de difícil uso podem ter o efeito contrário ao proposto: a demora do agente de saúde para conseguir usá-lo pode atrasar ao invés de agilizar o procedimento.

Atendimento das principais especialidades médicas

Além de ver quais são as especialidades oferecidas e se atendem a necessidade da sua empresa, é importante buscar referência dos profissionais que ficarão responsáveis pela emissão de laudos. Afinal, de forma indireta eles farão parte do quadro da sua empresa.

Agilidade e precisão na entrega dos laudos

Durante a pesquisa, é fundamental saber qual o tempo que o serviço de telemedicina demora para a emissão de laudos. Mas tão importante quanto a agilidade nesta entrega é garantir a precisão dos exames e que façam o diagnóstico correto.

O que vai ajudar a saber isso é a pesquisa pelo currículo dos médicos responsáveis pelos procedimentos, mas também a forma como o sistema funciona e se tem ferramentas de inteligência artificial que facilite os processos de forma a reduzir erros e a reconvocação do paciente.

Conclusão

Conforme mostrado neste texto, o desenvolvimento da tecnologia e inovação tem sido utilizado a favor da medicina. Isso tem permitido verdadeiras revoluções no atendimento, ao levar serviço de qualidade e especializado a comunidades até então carentes de profissionais da área.

Além disso, ferramentas tecnológicas surgem para auxiliar o trabalho do médico e ajudar a tornar processos antes demorados e suscetíveis a enganos, como erros de digitação, informações trocadas ou perda de arquivos do paciente, por exemplo, mais assertivos.

Não trata-se da substituição de trabalho médico, mas sim da evolução da área, que como todos os setores hoje conta com o avanço tecnológico para promover mudanças significativas na sociedade.

A central da Portal Telemedicina, por exemplo, é capaz de emitir mais de mil laudos por dia e para qualquer local do Brasil, além de outros países. A ajuda da inteligência artificial, que com base em um amplo armazenamento de dados contribui com indicativos para o diagnóstico, tem importante papel na qualidade e acerto do laudo médico.

Com especialistas de todas as áreas disponíveis 24 horas por dia, a Portal Telemedicina está cada vez mais próxima do seu sonho de levar atendimento médico para bilhões de pessoas.

Além de permitir um upgrade da clínica ou hospital que faz esta contratação, o serviço da Portal permite uma redução de custos, não só pelo fato de o pagamento do serviço ser feito conforme a demanda de cada mês, mas também por permitir que as clínicas e hospitais direcionem os profissionais que hoje são responsáveis pela emissão de laudos para outras atividades, como por exemplo, o atendimento.

Entre em contato com a nossa equipe e peça já o seu orçamento neste link.