Vantagens do laudo de eletroencefalograma com Telemedicina

10 min. de leitura

A telemedicina tem garantido a agilidade na emissão do laudo de eletroencefalograma, além de ter tornado médicos neurologistas especialistas neste exame acessíveis a comunidades localizadas em áreas remotas.

Mas as vantagens do laudo de eletroencefalograma com telemedicina não param por aí. O diagnóstico à distância também é uma forma de reduzir custos das clínicas médicas e de saúde ocupacional, já que a cobrança é feita conforme a demanda, sem a necessidade de contratação de um especialista.

Neste artigo você confere todas as vantagens que este tipo de serviço pode trazer para a sua clínica, por que este exame é um dos mais requisitados, como funciona o laudo de eletroencefalograma via telemedicina e o que é necessário para contratar este tipo de serviço.

Eletroencefalograma é um dos exames mais utilizados

Conhecido pela sigla EEG, este exame não invasivo é considerado um dos mais eficazes para detectar e monitorar doenças como epilepsia, apneias e outros problemas do sono. É muito utilizado também para investigar ou acompanhar a evolução de problemas mais complexos como demência vascular e Alzheimer.

Este exame também é realizado na medicina do trabalho para averiguar se profissionais que exercem atividades de risco, como pilotos de avião e motoristas, sofrem de doenças, como a epilepsia, que possam colocar a própria vida e a de outras pessoas em perigo.

O laudo do eletroencefalograma requer um neurologista experiente no método, já que sua análise exige vasto conhecimento técnico para uma análise minuciosa. Eventuais problemas podem se manifestar por meio de sutilezas gráficas, conforme explica a médica neurologista Carmen Regina Casella.

O exame monitora os impulsos elétricos cerebrais através de 23 eletrodos que são acoplados no couro cabeludo do paciente. Cada atendimento dura em média entre 30 e 40 minutos para um procedimento convencional – há atendimentos mais longos, como por exemplo, quando se investiga alguma doença do sono e é preciso monitorar o paciente em sono e vigília.

Como funciona o laudo do eletroencefalograma à distância

A realização deste procedimento à distância funciona da seguinte forma:

  • Treinamento em EEG – após a contratação de um serviço de telemedicina, a equipe técnica responsável pela aplicação do exame passa por um treinamento para usar a plataforma e aprender a agir de forma mais técnica e assertiva na execução deste exame.
  • Realização – a equipe formada por profissionais da área técnica, geralmente da enfermagem, realiza o exame como de forma habitual e os dados são enviados direto do equipamento para uma central médica. Caso haja qualquer interferência que comprometa a qualidade do exame o sistema detecta na hora. Com isso se elimina a taxa de reconvocação do paciente.
  • Laudo ágil – ao receber as informações o especialista de plantão emite um laudo que é encaminhado para a clínica médica em até 24 horas. Em casos de urgência, este resultado pode ser enviado quase que em tempo real.

Ondas de um EEG Normal de adulto

Vantagens do laudo de eletroencefalograma à distância

Os principais benefícios da telemedicina para emissão de laudo de eletroencefalograma são a agilidade no serviço e a possibilidade de garantir que exames realizados em comunidades afastadas geograficamente ou que vivem em áreas remotas tenham seus exames avaliados por um especialista.

Por ser um dos exames obrigatórios na medicina ocupacional para a contratação de alguns profissionais, o mercado exige das clínicas uma agilidade no diagnóstico que, na maior parte dos casos, ultrapassa a capacidade estrutural destes espaços.

“Aqui no Brasil, populariza-se o EEG para medicina do trabalho como ferramenta útil no sentido de selecionar trabalhadores em periculosidade com patologias que aumentem o risco de acidentes. Entretanto, observa-se o quase total desconhecimento das partes a respeito da necessidade do estudo, criando-se a cultura de cumprir uma burocracia a qualquer custo”, avalia Carmen Regina Casella.

A neurologista destaca que essa cultura e necessidade de cumprimento de prazos curtos tem levado “laboratórios sem qualificação a usar o método (EEG) sem rigor técnico ou percepção de responsabilidade”.

O laudo de eletroencefalograma com telemedicina traz também a vantagem de garantir que o exame seja avaliado pelo especialista indicado e com habilidade técnica para isso.

A agilidade de emissão de laudo quase que em tempo real para casos urgentes e, no máximo, em 24 horas, é outro diferencial do laudo a distância. E isso vem acompanhado com a vantagem de ser disponibilizado às clínicas a um custo mais baixo do que manter um profissional para garantir esta emissão de laudos em seu quadro de funcionários.

Isso porque o serviço de telemedicina é cobrado por demanda e, em algumas empresas, conta com médicos disponíveis 24 horas por dia.

O que levar em conta antes de contratar um serviço

Para garantir que sua clínica ou hospital contrate um serviço de qualidade e com resultados assertivos, é importante estar atento a alguns fatores:

  • Segurança de informações: procure saber de que forma é feita a troca de informações dos dados, tanto escritos quanto as imagens de exames, por exemplo, da central de telemedicina para a clínica médica. Esta troca precisa ocorrer por meio de um sistema totalmente seguro e criptografado (codificado).
  • Técnica de execução: os laudos devem cumprir normas de parâmetros internacionalmente aceitos;
  • Investimento em inovação: procure saber de que forma os dados são transmitidos neste serviço e que investimento você precisará fazer em equipamentos. Será necessário investir em máquinas mais modernas ou você poderá aproveitar as que o seu estabelecimento já tem? Isso varia entre os serviços de telemedicina disponíveis.
  • Atualização e manutenção: A qualidade do exame também está diretamente ligada às condições dos equipamentos, que precisam ser calibrados constantemente, e com a qualidade técnica da equipe responsável pela realização do exame. Portanto, é importante saber se o serviço de telemedicina contratado oferece algum tipo de treinamento para capacitação do quadro de profissionais que aplicarão o eletroencefalograma;
  • Corpo técnico: é importante pesquisar quem são os médicos responsáveis pelos laudos e qual a experiência destes profissionais;
  • Inovação: Carmen Regina Casella também orienta que o contratante procure saber se o serviço a ser contratado busca aperfeiçoamento constante.

Segurança de dados

Além de todos os pontos citados anteriormente, um outro fator muito importante a ser observado durante a contratação de um serviço de telemedicina é de que forma ele acompanha as inovações e garante a proteção dos dados dos pacientes.

Publicada em agosto de 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrará em vigor em agosto de 2020, fará uma série de exigências a todas as empresas da área da saúde para que as informações de pacientes armazenadas e transmitidas estejam inseridas em um sistema seguro e com criptografia de ponta a ponta.

A nova lei proíbe o compartilhamento de dados de usuários sem o consentimento do usuário e prevê multa de até 2% do faturamento das empresas para toda a cadeia que faça o compartilhamento de dados em caso de vazamento de informações.

Por isso, é importante buscar um serviço que já atenda a normas de segurança de dados internacionais e que seja reconhecido por investir em inovação e manter os seus sistemas sempre atualizados.

Conclusão

Como mencionado ao longo do texto, o laudo de eletroencefalograma com telemedicina pode permitir passos importantes para a clínica médica ou hospital.

Além de servir como forma de se mostrar tecnológica, é uma forma de reduzir custos. Isso porque com o laudo emitido a distância os profissionais hoje responsáveis por este processo podem ser encaminhados a outras atividades.

Além de permitir acesso a especialistas qualificados de todas as áreas de atuação, a telemedicina dispõe destes profissionais 24 horas por dia, garantindo uma agilidade na entrega dos laudos em um prazo difícil das clínicas convencionais acompanharem.

Na Portal Telemedicina além de todas as vantagens listadas acima, a sua clínica ainda pode contar com um laudo personalizado onde conste a logomarca do seu estabelecimento. Além disso, nosso sistema pode ser implementado em equipamentos médicos mais antigos e offline, o que otimizará recursos. A Portal também oferece curso e certificação na realização do EEG.

Procure nossos atendentes e peça já o seu orçamento!

portal telemedicina