Telerradiologia: o que é e por que sua clínica precisa oferecer

11 min. de leitura

Saiba como funciona a telerradiologia e conheça os benefícios que esta modalidade da telemedicina traz para o seu negócio

A telerradiologia oportuniza a geração de laudos digitais permitindo que a clínica tenha acesso a uma rede de especialistas para laudar exames de imagens à distância de forma segura, rápida e com baixo custo. 

Neste post vamos explicar os benefícios da telerradiologia, os caminhos para sua implantação e a regulamentação da modalidade no Brasil. Também apresentaremos as vantagens que o seu uso traz para a ampliação e otimização do atendimento de clínicas médicas. 

O que é  a telerradiologia?

A telerradiologia é uma especialidade da telemedicina que consiste na análise remota de exames de imagem realizados em qualquer unidade de saúde. Com o uso da tecnologia, a telerradiologia possibilita que seja feito um laudo à distância por um profissional capacitado para esta leitura. 

Há uma série de exames que podem ser incluídos no leque de atendimentos da telerradiologia. Entre eles estão:

Como funciona a telerradiologia

Por meio de um software de computador a máquina que realiza o exame leva as imagens ao programa de gerenciamento desses arquivos, o PAC. Na sequência, o exame é laudado por um especialista disponível remotamente para atender clínicas de qualquer região do país.

Com o uso de Inteligência Artificial e integração com 90% dos equipamentos médicos do mercado, o software com tecnologia avançada da Portal Telemedicina permite que os dados coletados sejam enviados diretamente dos aparelhos médicos para o sistema que faz uma triagem colocando exames urgentes como prioridade.

Todo o processo desde a instalação do equipamento até o envio do laudo é simples e sem burocracia entre a clínica e a Portal Telemedicina, que opera remotamente as informações coletadas do exame.

Formato DICOM – Digital Imaging and Communications in Medicine

Alguns equipamentos como da Portal Telemedicina, permitem o envio de imagem no formato DICOM – Digital Imaging and Communications in Medicine.  As máquinas digitais já operam com essa linguagem que traz diversas funções como alterar o brilho, aumentar o contraste ou aumentar o tamanho da imagem na hora de laudar.

Já nas máquinas analógicas, não há essa comunicação direta com o computador. A alimentação destas imagens é realizada de outra forma, como a digitalização por scanner, por exemplo. Após esse processo, o arquivo é enviado em formato compatível para leitura do software.

A principal diferença entre as imagens no formato DICOM das outras é que a primeira é originada diretamente da máquina e a segunda precisa passar por um processo de digitalização para serem laudadas pelo software de telerradiologia.

No caso da Portal Telemedicina, não há limitação no atendimento, ambos os serviços – seja ele de máquinas digitais ou analógicas  – são atendidos pela telemedicina.

Principais vantagens da telerradiologia

O serviço de telerradiologia tem inúmeras vantagens como o acesso à medicina de alta qualidade e profissionais conceituados com experiências clínicas, o que resulta em laudos bem estruturados e com menor tempo de resposta.

Falando de gerenciamento de dados, outro ponto positivo é que a telerradiologia permite o armazenamento mais efetivo  e com segurança de um alto volume dessas informações, muitas vezes com menor custo.

Confira 5 vantagens da telerradiologia:

1. A clínica não precisa contratar um radiologista

Com a telerradiologia, a clínica não depende da presença de um profissional. Na Portal, ela  conta com uma rede com mais de 3.500  especialistas 24 horas por dia e sete dias por semana que atendem por meio da plataforma de telemedicina, ampliando assim sua atuação.

2. Alcance geográfico

Para realizar a telerradiologia basta ter acesso a internet. Com isso, a operação remota do serviço oportuniza as redes hospitalares localizadas em qualquer região receber atendimento de médicos especialistas que atuam em grandes centros hospitalares.

3. Atendimento mais rápido

A rapidez nos resultados dos exames é uma das vantagens de um atendimento por telemedicina. Com laudos entregues no mesmo dia de realização do exame, a telerradiologia é uma ferramenta digital assertiva que contribui para produtividade médica e melhor assistência ao paciente.

Saiba mais: Raio-X por telemedicina: solução da Portal entrega laudos no mesmo dia

4. Redução dos custos

Tanto no campo operacional como de estrutura, a telerradiologia é um excelente custo benefício para a sua clínica. Com a telerradiologia, não é necessário manter um especialista apenas para laudar exames. 

Além disso, ao contar com uma rede de especialistas laudando remotamente, a clínica agiliza o seu atendimento e entrega de laudos, o que aumenta a produtividade.

Essa economia fica mais evidente quando se compara a estrutura física necessária para manter dados clínicos –  como servidores, salas, segurança das informações e equipamentos  – com a vantagem do armazenamento em nuvem ao fazer uso da telerradiologia.

Em empresas como a Portal Telemedicina, além da clínica receber todo aporte no que se diz respeito ao gerenciamento e segurança de dados, ainda tem a comodidade de pagar apenas por exames laudados, conforme sua demanda.

Leia também:

Laudo à distância custa caro? Saiba o valor da telemedicina
Como a telemedicina reduz os custos da sua empresa | Telemedicina 

5. Segurança na operação

A emissão de laudos por meio de telerradiologia deve ser realizada seguindo as normas do Conselho Federal de Medicina – CFM – órgão que orienta a prática médica no Brasil.

O sistema precisa ser aprovado pelas autoridades de saúde e contar com os mecanismos de segurança como senhas e criptografia como o da Portal Telemedicina, que garante a o armazenamento seguro das informações dos pacientes.

Telerradiologia e radiologia convencional

Qualquer exame de imagem pode ser laudado por telerradiologia e radiologia convencional. O que difere uma modalidade da outra é o laudo remoto.

Enquanto clínicas que fazem uso da radiologia convencional necessitam de equipes à disposição na unidade para realizar o laudo, a telerradiologia conta com especialistas remotamente.

Desta forma, a ferramenta digital faz toda a diferença ao trazer agilidade na emissão do laudo e realocar sua equipe para atendimentos mais urgentes.

Regulamentação da telerradiologia no Brasil

Como já ressaltamos anteriormente, a prática da telerradiologia é normatizada pelo Conselho Federal de Medicina – CFM por meio da Resolução CFM 2.107/2014.

O órgão define esse atendimento como  o  exercício  da  Medicina,  onde  o  fator  crítico  é  a distância, utilizando as tecnologias de informação e de comunicação para o envio de dados e imagens radiológicas com o propósito de emissão de relatório, como suporte às atividades desenvolvidas localmente.

Entre as principais regras do CFM, o destaque está na obrigatoriedade do responsável pela transmissão do exame de imagem ser o médico especialista em radiologia e diagnóstico. No caso de exames de imagens híbridos (radiologia e medicina nuclear), o laudo deve ser emitido por especialistas das duas áreas.

No âmbito da privacidade dos pacientes, a CFM nº 2.107/2014 dispõe que o paciente deverá autorizar a transmissão das suas imagens e dados por meio de consentimento informado, livre e esclarecido.

O documento ainda proíbe a  utilização  de  telerradiologia  para  procedimentos  intervencionistas em radiologia e diagnóstico por imagem e exames ultrassonográficos.

E reconhece como áreas abrangidas pela telerradiologia:

Implantação da telerradiologia

O protocolo de implantação  é bem definido e simples de ser executado. Para as clínicas é preciso implantar o software do sistema PACS de armazenamento e gerenciamento de imagens e realizar o exame.

Com as imagens disponíveis no software da Portal Telemedicina, o próximo passo é o acesso a essas imagens pelo profissional que vai laudar o exame. Por meio de login e senha é possível entrar no sistema e laudar o exame de imagem.

Para usar o software de telemedicina há treinamentos gratuitos ofertados pelas empresas como a Portal.

O caminho de envio e recebimento das imagens também é simples: os exames realizados nas clínicas seguem para a plataforma de telemedicina da Portal e são recebidos pela equipe formada por mais de 3,5 mil médicos para análise das imagens. Após essa avaliação, o laudo é enviado pelo sistema para a clínica – remotamente por nuvem.

Conte como a solução de telerradiologia da Portal Telemedicina

Você viu ao longo deste texto que há inúmeras vantagens no uso da telerradiologia tanto para os profissionais como para os pacientes. Clínicas e hospitais que contam com essa ferramenta digital podem oferecer mais exames, ampliando o número de atendimentos com segurança e agilidade.

Na Portal Telemedicina a telerradiologia é realizada com Inteligência Artificial, o que permite o gerenciamento dos dados e o uso de uma gama de ferramentas que melhora o fluxo das imagens, desde a questão de laudos prioritários até o auxílio na leitura das informações por parte dos profissionais.

A ferramenta da Portal vem sendo consolidada no mercado com o desenvolvimento constante de programas para proteção de dados, software intuitivo que impacta positivamente na qualidade dos laudos e uma ampla oferta de exames para as necessidades de redes hospitalares em todo o país como: radiologia geral, tomografia, ressonância magnética, mamografia, densitometria óssea e medicina nuclear e eletrocardiograma, entre outros. 

Conheça os diferenciais da Portal Telemedicina 

 Entre em contato com nossos especialistas para conhecer o portfólio de exames por telerradiologia e tenha mais produtividade por meio de diagnósticos seguros e rápidos na sua clínica