Healthcare Talks: evento da Portal Telemedicina com o Google Cloud abordou a tecnologia na saúde e o futuro da telemedicina

8 min. de leitura

O uso da tecnologia vem crescendo cada vez mais no setor de saúde. De acordo com dados da Revista Exame, o Brasil já realizou mais de 1,7 milhão de atendimentos médicos por telemedicina durante o período de isolamento social por conta da Covid-19

A tendência é que as modificações oferecidas pela saúde digital possam mudar o mercado de maneira permanente, fazendo com que ocorra uma modernização ainda maior no setor.

Para entender melhor a transformação digital, a Portal Telemedicina organizou, junto ao Google Cloud, o Healthcare Talks. O evento, que aconteceu no dia 8 de outubro de 2020, contou com a presença de especialistas para debater sobre o cenário atual e o futuro da telemedicina. Confira a seguir alguns pontos que foram debatidos:

▶️ Você pode assistir aos vídeos completos através deste link

Principais temas tratados no Healthcare Talks

A pandemia do novo coronavírus acelerou a modernização no setor da saúde. Essas modificações vieram para ficar e devem transformar o mercado. A partir deste cenário, a Portal Telemedicina lançou no evento suas novas soluções de telemedicina: algoritmo que detecta achados de Covid-19 em exames de Raio-X com 95% de acurácia e o aplicativo de teleconsulta.

“Com a pandemia, foi permitido legalmente a possibilidade de teleconsulta médico-paciente, então trabalhamos para ofertar nossa nossa tecnologia para levar ainda mais acesso à saúde de qualidade com o aplicativo SOS Portal, disponível nos modelos B2B e B2C”, diz Rafael Figueroa, CEO e Cofundador da Portal Telemedicina. 

 

O presente e o futuro da telemedicina na saúde pública

Otimizar etapas nos processos de gestão através de recursos proporcionados por plataformas tornou-se ainda mais essencial durante a pandemia. Isso porque a tecnologia permite que os procedimentos sejam mais ágeis, fazendo com que os profissionais possam focar seus esforços nos casos que exigem mais atenção.

No entanto, ainda existem muitos avanços que devem ser feitos para adaptar e desenvolver soluções para o setor público de saúde. Esse processo é contínuo e busca promover a racionalidade de recursos, além de possibilitar que a gestão e análise de dados possa ser realizada de maneira prática. 

“Com a telemedicina, nossos cardiologistas emitem o laudo do exame em até 5 minutos, o que diminuiu o tempo de assistência ao paciente, atributo fundamental no caso de doenças tempo-sensíveis como é o caso do Infarto Agudo do Miocárdio. Com isso, diminuímos em mais de 25% a mortalidade de casos de IAM em Tarumã”, diz Marcio Alvez, Diretor executivo da iSalut. 

Clique aqui para assistir ao bate-papo na integra.

Panorama da telemedicina e o seu contexto legal

Segurança de dados, conformidade e requisitos regulatórios são alguns temas desta conversa. Recentemente, mais precisamente em março deste ano, foi liberado o uso da telemedicina no Brasil – à princípio esse recurso só poderá ser utilizado durante o período de pandemia. No entanto, uma comissão especial do Conselho Federal de Medicina já discute a continuidade dessa medida.

Caso essa possibilidade seja confirmada, será necessário implementar sistemas estruturados para garantir a segurança dos dados de pacientes. Isso torna-se ainda mais fundamental quando abordamos a questão da Lei Geral de Proteção de Dados, que impõe regras para o tratamento de dados sensíveis.

“Todas as modalidades de saúde digital, se forem conduzidas de forma ética, e que tenham como premissa resguardar o sigilo e segurança das informações, além de atentar para todas os preceitos da LGPD, têm tudo para prosperar.”, diz Adriana Rollo, Associada da área de proteção de Dados da Veirano Advogados. 

Clique aqui para assistir à palestra do Healthcare Talks na íntegra.

 

O que há de novo no Google Cloud for Healthcare

O Google Cloud for Healthcare vem implantando novas funcionalidades para melhorar a experiência do usuário e agilizar processos. Com os recursos é possível pré-configurar o agendamento de exames, além de realizar integrações com o Google Assistent e sistemas de telefonia, por exemplo.

Outra função que merece destaque é o Documento AI, que permite extrair dados estruturados de conteúdos não estruturados (fotos de carteirinhas de convênio, formulários de pedidos médicos, entre outros). Esse novo recurso faz com que as informações possam ser interpretadas e processadas com maior facilidade. 

“Devemos aproveitar essa aceleração da transformação digital para, justamente, conseguir construir uma nova maneira de reagir e soluções que possam obter mais impacto, e dar mais acesso à grande massa e à população.”, diz Maurício Craveiro, Field Sales Representative do Google Cloud. 

 

Uso da Inteligência Artificial na detecção de Covid-19: caso Portal Telemedicina e UHG

Neste painel do Healthcare Talks, o principal tema foi a aplicação da inteligência artificial na detecção de doenças, principalmente na questão do novo coronavírus. O uso da IA traz inúmeros benefícios para a área da saúde, como a possibilidade de diagnosticar com mais agilidade doenças tempo-sensíveis – exames com inteligência artificial reconhecem pequenas alterações que possibilitam um atendimento de acordo com as necessidades do paciente. 

Para que tudo isso possa ser colocado em prática é necessário contar com uma plataforma que tenha sido desenvolvida e pensada dentro da área de IA. Nesse contexto, especialistas trataram sobre o ecossistema do software da Portal Telemedicina, aplicabilidade dos recursos disponíveis e segurança de dados.

“Existem potenciais diversos para inteligência artificial na área da saúde. Por exemplo, exames de traçado, eletrocardiograma. Com uma ferramenta que consiga identificar de forma precoce alguma alteração (…), podemos antecipar o tratamento do paciente.”, diz André Paranzini, diretor de operações da UHG no Brasil.

Clique para assistir.

Telemedicina na saúde ocupacional e corporativa

A telemedicina facilita os procedimentos de saúde ocupacional, trazendo agilidade e atendimento de qualidade para os funcionários. Além disso, os colaboradores conseguem ter acesso a consultas online em poucos cliques. 

Pelo lado das empresas, além de proporcionar saúde de qualidade e melhorar a acessibilidade para seus funcionários, também é possível reduzir custos. A implantação de um software faz com que empresas e clínicas de saúde ocupacional possam alavancar seus negócios.

 “Em um único lugar, a pessoa faz tudo! Toda a avaliação de saúde, os exames ocupacionais. Com a ajuda da Portal Telemedicina, nós conseguimos viabilizar todos os resultados no mesmo dia.”, diz Dr. Norberto Pompermayer, Diretor Ambiental Qualidade de Vida no Trabalho. 

Clique para assistir ao bate-papo no Healthcare Talks.

Conheça os recursos implantados pela Portal Telemedicina para fornecer diagnósticos rápidos e precisos à distância

As implantações feitas na plataforma da Portal Telemedicina são pensadas e desenvolvidas com o propósito de melhorar a assistência médica de pacientes, além de apoiar e oferecer soluções inovadoras para médicos, clínicas, hospitais, laboratórios, clínicas de imagem e empresas.

Recentemente, duas soluções foram lançadas para trazer mais agilidade nos diagnósticos: a emissão de laudos de eletrocardiograma em cinco minutos, e o uso de inteligência artificial para detectar casos da Covid-19.

Tudo isso tornou-se possível através de uma plataforma global de telemedicina que abrange os mais variados recursos para reduzir distâncias e levar acesso à saúde, incluindo Inteligência Artificial, integração e segurança de dados e muito mais!

Quer conhecer mais sobre as soluções da Portal Telemedicina? Conheça todos os recursos disponíveis em nossa plataforma.