Exames Cardiológicos com laudo à distância: conheça as vantagens

13 min. de leitura

26/02/2019

Os exames cardiológicos com laudo à distância ou presencial auxiliam no diagnóstico de algumas das doenças que mais afetam a saúde do brasileiro. Não à toa essa modalidade é uma das mais procuradas em clínicas e hospitais.

Atualmente diversos desses exames já são viáveis via telemedicina em que o paciente visita a clínica ou o hospital, realiza o exame, o médico cardiologista avalia as informações e emite o laudo online.

Os principais players da área da saúde voltaram os olhos para a telemedicina há alguns anos, isso por que a nova modalidade é alternativa para otimizar e aprimorar a forma de laudar exames. Além dos gestores de centros de saúde, os médicos também perceberam os benefícios que o laudo à distância pode gerar.

Mas quais são os desafios para implementar a telemedicina em exames cardiológicos? Como funciona o processo e como manter a qualidade do diagnóstico com o laudo remoto? Muitas dessas questões permeiam reuniões de executivos de saúde e tecnologia.

Abaixo você confere informações que demonstram como a telemedicina funciona e como ela supera o laudo presencial. Também apresentaremos um exemplo prático para exames cardiológicos.

Exames Cardiológicos com laudo à distância

Antes de demonstrar como a adoção da telemedicina melhora o desempenho das clínicas cardiológicas, listamos os principais exames cardiológicos que podem ser laudados à distância:

  • Eletrocardiograma
  • Holter
  • MAPA
  • Teste ergométrico
  • Raio-X
  • Tomografia do coração e vasos
  • Ecocardiograma
  • Ressonância magnética do coração e vasos (RM)
  • Angiografia digital
  • Cintilografia do miocárdio

Benefícios de exames cardiológicos via telemedicina

exames-cardiologicos-com-laudo

Os exames cardiológico citados, quando são realizados à distância, oferecem um salto de produtividade para as clínicas, além de mais agilidade e economia na realização dos exames. Na prática, as clínicas ganham um time de cardiologistas, que passam a atuar de forma remota. Vejamos alguns exemplos:

Eletrocardiograma (ECG)

Atualmente, via telemedicina, os exames de eletrocardiograma já podem ser laudados por cardiologistas que estejam em qualquer lugar com acesso à internet. Qual o tempo que isso leva? Até 24h ou, em caso de urgências, em menos de 1h. No final do artigo, listamos um passo a passo de como é o processo do ECG via telemedicina.

Holter de ECG Digital

O exame monitora a atividade elétrica do coração, registrando e transmitindo de forma constante qualquer alteração que o paciente tenha. No início de 2010, para realizar o Holter de ECG Digital, era preciso ter uma central de análise e o cardiologista in loco.

Hoje, o paciente pode realizar o monitoramento e após os dados passarem pelo registrador, são enviados automaticamente para o software de telemedicina. Os dados são armazenados na nuvem e a redução de custo para a clínica é evidente.

MAPA

O exame de Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA) entra na lista dos principais exames cardiológicos que podem ser viabilizados por telemedicina. De forma similar ao Holter, o MAPA é realizado com um dispositivo de monitoramento constante. As eventuais variações da pressão arterial são registradas e enviadas via internet. O cardiologista recebe os gráficos gerados no exame e realiza o laudo. Um processo simples, ágil e econômico.

Teste Ergométrico

Esse exame faz parte da rotina anual de adultos e idosos. Através dele monitora-se frequência cardíaca, respiratória e outras disfunções cardiovasculares. Com o auxílio da telemedicina, é possível ampliar o número de pacientes que terão acesso ao exame. Neste caso, o exame deve ser realizado na presença de um médico, uma vez que existe risco de parada cardiorrespiratória na realização do esforço.

A agilidade, qualidade e produtividade que a telemedicina proporciona, gera impactos em exames importantes como o MAPA, ECG e Holter. A seguir vamos nos aprofundar nos processos da telemedicina e analisar um caso prático de exame cardiológico.

Dificuldades comuns em clínicas médicas

exames_cardiologicos-a-distancia-para-clinicas

Todo gestor médico passa por dificuldades no dia a dia da sua clínica ou hospital, com problemas relacionados aos que destacamos abaixo. Existe receio em utilizar novas tecnologias e, com isso, perde-se competitividade.

Dependência de poucos cardiologistas para laudar

A telemedicina permite que uma clínica possa acionar médicos especialistas que estejam em outro local ou outra cidade, fazendo com que o processo seja mais ágil. Historicamente, as clínicas dependiam de poucos profissionais que eram responsáveis por dar vazão para uma alta quantidade de exames. Hoje, com o auxílio da tecnologia avançada, é possível ter mais opções para acessar cardiologistas com especialidades diversas para realizar os laudos que, mesmo remotamente, estão aptos a analisar exames.

Como garantir a qualidade do cardiologista-parceiro?

Quem não é familiarizado com as tecnologias atuais pode ter receio sobre a capacidade profissional do cardiologista que irá atuar de forma remota. Ter o médico ao lado traz uma sensação de segurança para gestores de saúde. Atualmente, as melhores ferramentas de telemedicina não oferecem apenas a tecnologia por trás de um software, mas sim toda a estrutura de ponta a ponta para garantir a qualidade do serviço.

O que ocorre de fato é que os centros de saúde conseguem ampliar o leque de especialidades atendidas ao ter acesso a médicos que residem em outros locais ou que não conseguem conciliar agendas para estar presencialmente para realizar os laudos. Apesar da distância física entre médico e clínica, a telemedicina consegue eliminar a dependência de um ou poucos cardiologistas serem os únicos responsáveis por laudar exames.

Mas você pode estar se perguntando, como saber que terei um especialista à disposição quando for preciso? As plataformas consolidadas de telemedicina possibilitam apenas o cadastro de médicos especialistas dos melhores centros hospitalares do Brasil. Os exames são direcionados para o médico de acordo com a especialidade dele para cada tipo de demanda. Um cardiologista com maior experiência em laudos de ECG irá receber esses tipos de exame, e poderá, de forma remota, realizar o laudo. A vantagem é que é possível ter diversos especialistas à disposição do centro de saúde para realizar o laudo.

Como garantir a entrega dentro do prazo necessário?

Uma das grandes vantagens de ter uma equipe remota é poder resolver com mais agilidade casos urgentes. Uma das dificuldades que as clínicas possuem é a prontidão de atendimento de casos urgentes. Com o recurso da medicina à distância, médicos de diversas áreas estarão disponíveis para laudar exames de sua especialidade e no tempo necessário para não prejudicar o paciente que precisa de um retorno em um curto prazo. Na Portal Telemedicina os exames são devolvidos no mesmo dia. Em casos urgentes, em até uma hora.

A dificuldade de manter uma equipe interna

Ter um cardiologista qualificado na equipe é fundamental para gerar uma imagem positiva. Médicos experientes atraem o paciente e reforçam a credibilidade do estabelecimento. Porém, montar uma equipe qualificada interna requer um alto investimento. Com o advento da internet e da conectividade é possível ter acesso a especialistas ainda mais qualificados de forma remota e com significativa redução de custos.

Como gerenciar uma equipe e não desperdiçar o tempo?

A gestão de tempo é um assunto que sempre permeia as pautas das reuniões dos executivos em saúde. Acompanhar o trabalho da equipe, ao mesmo tempo que é necessário gerenciar as finanças e estratégias de uma empresa é um trabalho árduo e que requer dedicação.

A tecnologia vem evoluindo para que o trabalho burocrático seja minimizado e para que o objetivo central de um negócio seja priorizado. As clínicas e hospitais que queiram atuar de forma eficiente nos dias atuais, precisam otimizar os processos para que as demandas sejam atendidas de forma eficaz.

Softwares que conectam médicos e centros de saúde reduzem a probabilidade de erros e tornam mais ágil a rotina de trabalho. Os cardiologistas que trabalham à distância conseguem dar vazão aos laudos em menor tempo e exigem dos executivos da empresa menos tempo dedicado para atividades repetitivas e burocráticas. Questões práticas do dia a dia são otimizadas com o auxílio de ferramentas específicas para esse tipo de trabalho e a quantidade de profissionais à disposição possibilita maior liberdade para os gestores focarem em assuntos estratégicos.

Redução do retrabalho

Quem lida com a gestão de um centro de saúde, sabe da quantidade de retrabalho que pequenos erros podem causar. Equívocos simples, como digitação ou preenchimento, desencadeiam em atrasos que prejudicam o fluxo de uma empresa. A padronização desse processo, com auxílio da inteligência tecnológica, gera melhor desempenho.

Problemas relacionados à digitação e preenchimento não podem estar entre o paciente e o médico. Alguns softwares avançados de telemedicina fazem com que esse tipo de retrabalho seja reduzido, devido à padronização dos dados e a inteligência das ferramentas. O laudo continua com a mesma precisão, com a diferença que um software reduzirá a chance de erros operacionais.

Vale mesmo a pena terceirizar laudos de exames cardiológicos?

Com a qualidade assegurada e os ganhos em agilidade e processos a terceirização de laudos de exames cardiológicos com auxílio da telemedicina cresce a cada dia. Confira alguns dados comparativos que demonstram essa tendência.

Eletrocardiograma (ECG) e telemedicina: exemplo prático

Uma clínica que contrata a Portal Telemedicina para exames ECG terão o seguinte processo instalado:

  1. Após a contratação, acontece o agendamento de implantação do sistema
  2. Implantação do sistema (em poucos minutos), que conecta diretamente aos equipamentos médicos
  3. Paciente realiza o exame no eletrocardiógrafo da clínica. O exame é criptografado e enviado para o sistema da Portal
  4. A inteligência artificial da Portal faz a triagem automática da fila levando as urgências para o início da fila
  5. Após instalado o sistema, todos os exames de ECG realizados na clínica aparecem na fila dos médicos cardiologistas da Portal
  6. O médico lauda o exame e envia o resultado em no máximo 24 horas e, em casos de urgência, em até uma hora
  7. A clínica recebe o laudo via sistema e disponibiliza para os pacientes em formato personalizado pela clínica ou utilizando a marca da empresa de telemedicina.

Quem resiste na adoção da telemedicina perde espaço para os concorrentes. A pesquisa The Ahead in Health IT, realizada pela Healthcare IT News, entrevistou 95 executivos americanos da área de saúde. O objetivo era saber quais tecnologias eles buscavam implementar. A telemedicina foi a resposta de 44% dos entrevistados. Essa tendência vem crescendo ano a ano nos EUA. O Brasil segue o mesmo caminho. As clínicas que realizam exames cardiológicos são uma das mais beneficiadas.

A insegurança que o trabalho remoto um dia permeou, não existe mais. É mais do que comprovado que para alguns tipos de exames, como o exemplo dado para exames cardiovasculares, a telemedicina agrega muito. Cabe aos executivos das áreas médicas escolher as ferramentas mais adequadas e seguras para dar esse passo em direção ao futuro da medicina. Um bom sistema de telemedicina é imprescindível para que uma clínica tenha os resultados esperados. Confira alguns diferenciais na hora de tomar essa decisão.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.