telerradiologia

O segmento de saúde ocupacional tem ganhado cada vez mais mercado no Brasil. Em virtude do avanço das leis trabalhistas e das normas que regulam as condições dos trabalhadores durante a jornada laboral, organizações públicas e privadas precisam dedicar atenção especial ao bem-estar de seus colaboradores. A legislação prevê uma série de exames para avaliar a saúde dos funcionários e para que as clínicas médicas possam acompanhar a demanda, algumas tecnologias como a telerradiologia e o telelaudo são indispensáveis.

Mas o que é telerradiologia e como ela pode ajudar os profissionais que atuam em clínicas de saúde ocupacional a otimizar seu trabalho, entregar laudos com agilidade e qualidade e assim melhorar o atendimento? Veja mais sobre o assunto e tire suas dúvidas neste artigo.


O que é telerradiologia?

A telerradiologia é uma especialidade  da telemedicina e tratase da utilização de tecnologia para analisar o resultado dos exames e enviar laudos médicos pela internet, com procedimentos totalmente digitalizados. Pela telemedicina, os profissionais que atendem em clínicas de saúde ocupacional – técnicos e enfermeiros – podem aplicar uma série de exames determinados pela legislação trabalhista e enviá-los, por meio de um software específico, para equipes médicas remotas, que irão analisar os dados e imagens obtidas no procedimento e retornar o laudo médico também de forma online.

Hoje, com essa tecnologia já é possível laudar uma diversidade de exames, incluindo os de radiologia (ou de imagem, como são chamados). São eles:

  • Raios-X
  • Densitometria Óssea
  • Mamografia
  • Ressonância Magnética
  • Tomografia

telerradiologiaPara as clínicas de saúde ocupacional, podemos destacar dois deles, bastante presentes entre os exames periódicos de avaliação da saúde dos trabalhadores: a mamografia e os Raio-X de crânio, tórax, coluna, abdome e extremidades.

As variedades de Raio-X estão entre os exames mais aplicados nas clínicas de saúde ocupacional, pelo número de lesões causadas por quedas, lesões por esforço repetitivo (LER) e outros acidentes de trabalho. Sua versão digital é totalmente integrada à telemedicina e as imagens geradas pelo aparelho dispensam a impressão das radiografias em papel especial. Já as mamografias são solicitadas especificamente em casos de exposição a situações de riscos ou pela idade da mulher – acima dos 50 anos é obrigatória por Lei.


Como funciona

Os exames realizados nas clínicas são enviados diretamente dos equipamentos (os dispositivos modernos já são digitais e permitem a integração) para uma plataforma de telemedicina. Os dados dos exames são convertidos em arquivos DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) de padrão mundial e enviados para o sistema PACS homologado pela ANVISA e em seguida para o serviço de telemedicina. Tudo segue os padrões de segurança estabelecidos pelo Conselho Federal de Medicina.

telerradiologiaNa sequência, os radiologistas da equipe remota de telemedicina recebem os exames para avaliação. Após análise, disponibilizam os laudos pelo mesmo sistema, que funciona em nuvem. Os médicos são especialistas em telerradiologia e habilitados a laudar, remotamente, exames realizados em qualquer hora e lugar do país. É possível entregar laudos no mesmo dia ou, em caso de urgência, em apenas uma hora após a emissão do exame.

Na Portal Telemedicina, por exemplo, o time de médicos é composto por profissionais que atuam em organizações renomadas como o Instituto do Sono, o Instituto do Coração da Universidade de São Paulo (Incor) e o Hospital do Coração (HCor).


Vantagens

Além da geração de laudos online com segurança e velocidade, as vantagens do uso do sistema da telemedicina são: otimização do trabalho, proteção e organização de arquivos, e mais facilidade para o atendimento dos pacientes.

Otimização do trabalho

A telerradiologia torna mais fácil a realização dos exames por parte da equipe de técnicos e enfermeiros da clínica.

Ao interligar equipamentos e dispositivos de radiologia diretamente ao serviço de telemedicina, o profissional que realizou o procedimento não precisará digitalizar as informações captadas nem separar as imagens em arquivos e pastas para cada médico.

Enviando os arquivos diretamente para os radiologistas da equipe de telemedicina analisarem, o procedimento fica mais rápido e dinâmico, sendo possível otimizar o trabalho e até aumentar a produtividade. Isso evita um desperdício de tempo, ajuda na organização dos documentos e agiliza o dia a dia.

Armazenamento

telerradiologiaOutra importante vantagem da telerradiologia nas clínicas de saúde ocupacional é o armazenamento das imagens e informações dos exames e dos laudos em um ambiente seguro online, atendendo a Resolução RDC/ANVISA n.º 302 de 2005, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que define o armazenamento de laudos médicos por cinco anos, pelas unidades que realizam os procedimentos.

Com isso, também não será mais preciso ocupar o espaço físico com arquivos e pastas. Ficará mais fácil organizar e encontrar arquivos, e também pesquisar e consultar informações a qualquer momento. Novamente, menor tempo desperdiçado e maior facilidade para a organização interna dos documentos.

Melhora do atendimento

Com os procedimentos de exames mais facilitados e organizados, os colaboradores da clínica poderão dedicar mais atenção aos pacientes. O atendimento humanizado é um diferencial para a clínica, mas o profissional precisa de tempo e calma para colocá-lo em prática. Ao contar com o apoio da telerradiologia ou da telemedicina de uma forma geral, estes profissionais com certeza poderão melhorar a qualidade do atendimento.

Para saber mais sobre telemedicina e sua aplicação para os exames de radiologia ou de outras especialidades, acompanhe as atualizações no blog da Portal Telemedicina ou entre em contato.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2016 © Copyright - Portal Telemedicina Por Vitalweb

Entre em contato TEL: (11)2538-1455 | (11)2476-5710