As clínicas de saúde ocupacional são as responsáveis por fazer a interface entre os trabalhadores e seus contratantes, dando amparo legal e garantindo que a relação trabalhista não ofereça riscos à saúde física e mental dos profissionais. São estas clínicas que realizam os exames para admissão, demissão e outros testes periódicos, além daqueles  relacionados às atividades de cada trabalhador. Todos estes exames, feitos em equipamentos médicos específicos, estão previstos pela  Lei 7.855/89 (da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.  

A legislação brasileira para saúde ocupacional prevê que, para cada uma destas modalidades de exames, sejam realizados uma série de testes, de acordo com o momento profissional do trabalhador. Nos exames admissionais deve ser medida a pressão arterial, feita uma avaliação de peso e altura, bem como das condições da coluna e da saúde psíquica. Nos exames demissionais, além dos já citados, podem ser solicitados outros testes, como uma consulta sobre condições de saúde e trabalho e exames de sangue, dermatológicos, ósseos e musculares e de acuidade visual.

Já nos exames periódicos podem ser feitos testes um pouco mais complexos, de acordo com a função desempenhada pelo funcionário, tais como:

  • Um  hemograma completo para verificar a glicemia, a creatinina, o colesterol total e triglicérides, a TGO e a TGP (que apontam danos hepáticos, cardíacos ou musculares);
  • Exame de urina tipo I;
  • Exames oftalmológicos (acima de 45 anos);
  • Papanicolau (exame do colo do útero) para mulheres;
  • Para funcionários acima de 50 anos, deve-se ainda fazer pesquisa de sangue oculto nas fezes (método imunocromatográfico), mamografia e PSA.

Como vimos, pelo número de diferentes tipos de exames ocupacionais, as clínicas precisam contar com bons equipamentos médicos para atender a demanda. O investimento em novos dispositivos e em tecnologia, como o uso da telemedicina, também traz vantagens e facilita a oferta de serviços. Com a telemedicina, as clínicas pode contar com o laudo remoto, trazendo segurança, agilidade e custos reduzidos.

A telemedicina pode atender a diferentes modalidades de exames, como Eletrocardiograma (ECG), Espirometria, Raio-X, Tomografia, Mamografia, Acuidade Visual, Mapa, Holter, Ressonância Magnética e outros. Mas, para realizá-los com todas as possibilidades do uso e vantagens da telemedicina, é necessário contar com equipamentos médicos de qualidade reconhecida no mercado – de preferência os digitais, para que  as informações do exame sejam enviadas em tempo real para os médicos que laudam à distância . Estes aparelhos podem ser comprados ou alugados diretamente com a empresa de telemedicina, inclusive com descontos ou outros benefícios.

Mas, quais equipamentos médicos são necessários e encontrados com mais frequência nas clínicas de saúde ocupacional? É o que vamos apresentar agora. Montamos uma lista com os principais dispositivos, mostrando algumas características de cada um deles. Confira:

Equipamentos Médicos comuns em clínicas de saúde ocupacional:

 

  • Eletrocardiógrafo – Realiza o eletrocardiograma ou ECG, verificando o ritmo dos batimentos do coração. Mostra os primeiros sinais de falhas e arritmias cardíacas e alerta para problemas maiores, como o aumento de cavidades cardíacas, patologias coronarianas, doenças congênitas do coração e infarto do miocárdio, por exemplo. O aparelho registra a atividade do coração em gráficos de imagem, que podem ser enviados diretamente via internet para avaliação via telemedicina, ou impressos em papel especial. 

 

  • Espirômetro – Também chamado de “teste do sopro”, mede a capacidade pulmonar de inspiração e expiração e avalia a ‘idade’ do pulmão. O teste vai quantificar o ar que a pessoa assoprou e qual a velocidade durante pelo menos três etapas (uma delas inclui o uso de broncodilatadores) intervaladas para observar o padrão de inspiração e expiração. Com isso são calculados alguns indicadores de como está funcionando o pulmão e podem ser detectadas doenças como asma, bronquite, enfisema ou a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica). O exame é bastante aplicado em trabalhadores que realizam atividades em lugares com insalubridade ou poluição. O equipamento fornece imagens que podem ser transmitidas via USB ou Bluetooth para computadores ou tablets, que as enviam para os serviços de telemedicina.

 

  • Eletroencefalógrafo – O equipamento capta as atividades elétricas cerebrais por meio de eletrodos conectados ao couro cabeludo do paciente. Detecta  doenças como epilepsia e propensão a convulsões, encefalite e até doenças metabólicas causadas pela insuficiência de rins ou de fígado. O modelo digital do eletroencefalógrafo já gera um arquivo com as informações captadas e o envia para a central de telemedicina para gerar o laudo.

 

  • Conjunto Radiológico – Para realização de Raio-X de crânio, tórax, coluna, abdome e extremidades. Esse é um dos exames mais aplicados nas clínicas de saúde ocupacional, pelo número de lesões causadas por quedas e outros acidentes de trabalho. Sua versão digital é totalmente integrada à telemedicina e as imagens geradas pelo aparelho dispensam a impressão das radiografias em papel especial, sendo mais uma forma de reduzir os custos para a clínica.

  • Optômetro – O equipamento serve para a realização do exame de acuidade visual, que avalia possíveis desgastes de visão e a capacidade de enxergar com nitidez. Este exame é feito logo na admissão do trabalhador e pode indicar a inaptidão para que ele realize determinadas atividades. O resultado do exame pode ser digitalizado para ser enviado para a equipe de telemedicina para a confecção do laudo remoto.

A medicina do trabalho é uma área que segue em crescimento no Brasil. As clínicas médicas podem aproveitar a ampliação do mercado para expandir o atendimento para mais especialidades. Já as clínicas de saúde ocupacional, que atuam e têm expertise neste segmento, devem considerar o incremento de equipamentos médicos como forma de se destacar e ganhar reconhecimento pela qualidade do atendimento.

Se tiver dúvidas sobre algum dos equipamentos, entre em contato. Saiba mais sobre a gestão de clínicas de saúde ocupacional e laudos à distância acompanhando os conteúdos da Portal Telemedicina.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2016 © Copyright - Portal Telemedicina Por Vitalweb

Entre em contato TEL: (11)2538-1455 | (11)2476-5710